" Qualquer homem pode despir o corpo de uma mulher. Desnudar sua alma, porém, é tarefa para poucos." - Chandelli 69 Contos Secretos: Sou seu, e você é minha - Final

quarta-feira, 18 de março de 2015

Sou seu, e você é minha - Final



  


  




  A água estava deliciosamente agradável, morna e na medida certa. O cheiro da espuma preenchia o lugar. Eles estavam sentados. Ele estava encostado na lateral, e ela na frente dele recebendo carícias nas costas, depois uma massagem. Sua pele supersensível gostava do seu toque suave, que logo colocou o cabelo dela pra frente deixando seus ombros mais expostos, e deu uma mordida rápida que a fez quicar de susto e virar o corpo para trás para olhá-lo.
  Riram.
  E, um jogou água no outro com as mãos, iguais crianças. Ele segurou seus braços trazendo-a mais pra perto, deixando-a de lado, ela brincava roçando o corpo nele. Beijou-o. Ele levou sua mão espumada aos seus seios e os acariciaram, pressionava seu dedão contra um dos mamilos e girava-o.
   Os movimentos deles faziam ondas que jogava água para fora. Seus lábios encostavam-se  em um ritmo perfeito. Ela colocou a mão no membro ereto dele por baixo d‘água e masturbou-o.
   Após um bom tempo, ele levantou de um jeito que fez bastantes ondas na água e foi até a cozinha, quando voltou trouxe duas taças de champanhe, voltou pra banheira e sentou de frente para ela de pernas cruzadas. Brindaram e juntos cada um deu um gole enquanto olhavam-se. Até ela esticar uma das pernas espumada e passar pelo rosto dele, esfregou na sua boca, bochechas, queixo que deu um último gole e colocou a taça próxima a eles.

   Ele levantou os braços e segurou a perna dela e começou a beijar a sola do pé molhado, desenhou com seus lábios círculos pequeno, olhou-a com ar de cafajeste por uns segundos e voltou o olhar para seus pés. Lambia, chupava e beijava em um ato de veneração. Alisava a panturrilha com a ponta dos dedos e a palma da mão ao mesmo tempo, esfregava seu rosto, sua boca na sola.
   Ele se esticou para frente e beijou-a com vontade. Voltou para trás e pediu-a que levantasse. Ela ergueu o corpo ficando parada em sua frente, e também colocou a taça ao lado da outra. A água de sabão escorria pelo seu corpo moreno esculpido. Ele segurou seus tornozelos e subia as mãos até sua bunda e apertou, grudou sua boca em uma das coxas úmidas deixando um beijo longo e delicado, sentindo sua pele macia, aquecida e aveludada. Ela se arrepiou com seu hálito quente chegando próximo à sua virilha e voltando para baixo, enquanto seus dedos acariciavam suas nádegas. Os olhos dela, cheios de luxúria, prestavam atenção nos seus movimentos lentos, por um tempo que parecia nunca acabar, até ele subir lambendo e chegar a sua boceta e passar a língua nos lábios.
  Pousou umas das mãos em sua pelve e esticou a pele para cima, fazendo seu clitóris ficar exposto, e levou sua boca sedenta sobre ele e chupou-o. Ela gemeu e inclinou o corpo para frente, apoiando uma mão na parede e a outra nos cabelos dele. Quando ela já dava sinais que iria gozar, ele parou e desceu pelos lábios molhados, sentindo seu gosto, seu cheiro limpo. Olhou para ela e deu um sorriso rápido de canto de boca.
  Pegou o vibrador que estava próximo, e que havia deixado de propósito antes. Enfiou dentro dela e voltou a chupá-la forte. Girava sua língua ágil e habilidosa, enquanto enfiava e tirava o toy. Ligou-o. Uma onda de desejos imediatamente percorreu por todas as suas células e vasos sanguíneos ao sentir a mistura de sensações. Ele olhou para ela novamente e encarou-a rápido com olhos escuros e pervertidos, e voltou a concentrar-se na sua tarefa e, não demorou muito até as pernas dela não obedecer e começar a tremer, sua respiração já estava ofegante, seus gemidos sinfonicamente, até ela gozar em sua boca, puxando seu cabelo com força e murmurando seu nome baixinho.
   Ele levantou rápido e ensaboado e beijou-a. Colocou uma das mãos em seu queixo e lambeu sua boca. Chupou. Olhavam-se. Ele apertou os braços dela e virou-a de costas apoiando-a na beirada da banheira que logo empinou seu traseiro.
 – Hmmmmm... Quer me enlouquecer?
   Enfiou um dedo entre suas pernas. Ela soltou um miado espremido. Ficou alisando com a ponta os lábios e penetrou-a devagar. Fez um vai e vem devagarzinho, enquanto ela olhava para trás.  Passou a língua no seu ânus e alisava sua bunda com a outra mão fazendo espirais.
 – Você é maravilhosa!
  Esticou o polegar da mesma mão e encostou-o em seu clitóris e começou esfregá-lo. Ela movia o quadril dando rebolados que o deixava louco. Foi o suficiente para seu sangue entrar em fervura, seus músculos ficarem tensos e, depois, relaxarem com o orgasmo.
   Ele logo segurou seu pau e enfiou-o dentro dela lentamente. Ela sentia cada centímetro invadindo-a. Em meio a rugidos, ele se movia devagar, tirando-o por completo e voltando a explorá-la. Ora ela se movia para frente, ora se movia para trás de encontro a ele. Esticou uma das mãos e se estimulou para aproveitar ao máximo de prazer. Ele aumentava o ritmo, significantemente, e com as mãos apertava sua cintura bem desenhada. Seus olhos percorriam o local, observando a luz das velas, a sombra dos dois na banheira, o chuveirinho pendurado. Olhou para trás e viu-o olhando-a com cara selvagem, com a respiração rápida e rosnados altos. Conforme o ritmo aumentava, ele apertava com mais força sua cintura. Ela continuava tocando-se, e suas pernas trêmula e molhada balançavam a água morna da hidro. Ele se inclinou para frente e mordeu suas costas e ombros, deixando seu prazer invadi-la, ao mesmo tempo em que o dela escorria pelas coxas.
   Pararam, tentando encher os pulmões de ar. Ele saiu dela e sentou na banheira encostando as costas na borda, e ela ficou na frente dele de costas. Ainda retomando o fôlego. Ela se deliciava com a sensação do seu toque leve em suas pernas e ao mesmo tempo excitante. Jogou o pescoço para trás e ele alisou o contorno da sua cintura, esfregando lentamente cada pedaço de pele molhada e quente.
   Ele começou a esfregar o rosto no meio da suas pernas, dizendo:
   – Não me canso de você.
   – Nem eu me canso de você – respondeu com a voz rouca.
  Passou os lábios pela extensão da pele da suas nádegas, beijando-a com carinho. Esticou os braços para frente, por volta dela, e esfregou seus seios.  Seus dedos brincavam com seus mamilos, ao mesmo tempo em que percorria com os lábios até seus lábios.
   Logo, ela se sentou de frente para ele e encaixou-se em seu colo devagarzinho, e ele a beijou na boca. Um beijo úmido e gostoso. Ela começou a mexer-se. Balançava o corpo pra frente e pra trás lento. Olhavam-se Ele continuava alisando seus seios com uma mão e segurando seu cabelo com a outra.  Ela ergueu um braço e o tocou no rosto enquanto se beijavam. Ele lambia seus lábios, fazendo o contorno com a ponta da língua, chupava sua língua e mordia o lábio inferior. Ela aumentou o ritmo e gemia entre os beijos. Pararam de se beijar e ficaram apenas se olhando. Um tentava decifrar o que seus olhos transmitiam.
   Os olhos dele cheio de desejos entreabertos a observava atentamente com a boca semiaberta. O semblante dela mostrava-se inundado de luxúria e safadeza soltando leves gemidos. O ritmo foi ficando cada vez mais rápido. Seus lábios se encontraram novamente, só que dessa vez suavemente. Apaixonado.  As batidas de seus corações estavam evidentemente frenéticas, à medida que ela subia e descia em seu colo acolhedor. A mão dele deslizou da sua mandíbula em direção ao seu clitóris faminto por seu toque. Ao tocar suavemente esfregou lentamente pra cima e para baixo...

   Gozaram!

30 comentários:

  1. Genttemm que ousado vc. AMEI!! Adorei o texto. T grande subiu.
    www.garotamestica.com

    ResponderExcluir
  2. Eitaque texto hein? hahaha rola muita imaginação rs

    Beijão
    www.todaonca.com.br

    ResponderExcluir
  3. Caramba!!!
    Bem ousado e quente rs

    Coração Leitor

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico agradecido pela visita e pelo comentário.

      :)

      Excluir
  4. Gostei muito. Me lembrou uma pessoa. rsrsrs

    ResponderExcluir
  5. Gostei da sua escrita. Não acompanhei o conto desde o começo, confesso, mas a maneira como você escreve é bem legal. Parabéns.


    http://laoliphant.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não tem problema, só a sua visita já é suficiente para me deixar alegre.
      :)

      Excluir
  6. Adorei o texto e me lembrou muito alguém!
    Mas me deixou meio deprimida, porque eu realmente queria sentir isso de maneira mais profunda.
    Um beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa é a intenção do meus textos, fazer os (as) leitores (as) soltarem sua imaginação e fazerem de personagens quem eles (as) quiserem.
      Outro beijo.
      :)

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Caramba. Que historia, quente e boa. Parabens.
    jeitoliterario.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pô, valeu mano!
      Agradeço pelo reconhecimento.
      (Y)

      Excluir
  9. Não havia lido as outras partes do conto, mas por essa percebi você escreve muito bem :) Ficou bem legal, mas eu não sou muito fã de histórias eróticas, então não me prende tanto. Mas parabéns pela escrita, muito sucesso pra você!

    Beijosss :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico grato mesmo assim.
      Sucesso pra você também.
      :)

      Excluir
  10. Oii, tudo bem?
    Vc escreve muito bem, preciso ler as outras partes :)
    Bjs

    A. Libri

    ResponderExcluir
  11. Oii, adorei conhecer seu blog e adorei mais ainda que pegou a setinha <3 seguindo já. Bjs!
    http://vihpaula.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Achei muito show a setinha. Não está muito no contexto do blog, mas achei a roupinha dela muito sensual.
      Obrigado!

      *--*

      Excluir
  12. Olá! Você é bem detalhista! O que achei muito bom, adoro detalhes!
    Pode continuar viu?
    beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gosto de escrever assim, porém tenho diminuído bastante nos próximos, por causa do público, mas vou tentar ainda manter a essência detalhista.
      Fico muito feliz por ter gostado e ter dado sua opinião.

      :D

      Excluir
  13. Olá... Gostei do texto e do blog... Vou acompanhar os próximos textos com certeza...

    beijos
    Colecionando Livros

    ResponderExcluir
  14. Que bom!
    Vou adorar tê-la aqui como leitora.
    :)

    ResponderExcluir
  15. Caramba o conto é tão bom que cheguei a ficar excitado. muito bom! ^^

    http://blogboynews.blogspot.com.br/2015/03/moda-flatforms-uma-tendencia-no-brasil.html?showComment=1427598560883#c4412844025045493894

    ResponderExcluir